Ok

By continuing your visit to this site, you accept the use of cookies. These ensure the smooth running of our services. Learn more.

02-03-2021

A My Captain (in memorian)





podcast

20210302_214039.jpg

Pra que ela não o reconhecesse, ele até pintou os cabelos, depois de ter irrompido de dentro do mar mais palpável do que cibernético, levando uma menina pela mão.
Um menino deus à procura dos óculos e de um mundo perdido.
Para que ela o notasse ele apareceu repetidas vezes em diferentes lugares, como um novo e insistente número  mágico.
Para que ela o confundisse,
repetiram-se os cabelos, os olhos, a boca, até a textura da pele, a estreiteza dos quadris, a naturalidade e as circunstâncias do mundo que acabara de acabar, a mesma época do ano até.
Para que ela o reconhecesse,
ele até disse a senha: abre-te, sésamo
e ofereceu um mesmo peito duro de armadura
e umas mesmas espáduas mais propícias à insônia e à tormenta do que ao repouso e à calmaria, embora dessa vez tenha lhe oferecido também um choro convulso e não um assovio de saciedade ou fastio.
Para que ela tivesse a certeza de que ele era ele,  mais uma vez partiu para o mesno lugar de sua natureza.
Para que ela se equivocasse, ela até vestiu o mesmo vestido da última noite,
para confirmar a certeza de que não, não era ele,
não,
ainda não.

A My Captain (in memorian)

20210302_214039.jpg
podcast




<span;>Para que ela não o reconhecesse, ele até pintou os cabelos
<span;>depois de ter irrompido de dentro do mar mais palpável do que cibernético, levando uma menina pela mão.
<span;>Um menino deus à procura dos óculos e de um mundo perdido.
<span;>Para que ela o notasse ele apareceu repetidas vezes em diferentes lugares
<span;>como um novo e insistente número  mágico.
<span;>Para que ela o confundisse,
<span;>repetiram-se os cabelos, os olhos, a boca, até a textura da pele, a estreiteza dos quadris, a naturalidade e as circunstâncias do mundo que acabara de acabar, a mesma época do ano até.
<span;>Para que ela o reconhecesse,
<span;>ele até disse a senha: abre-te, sésamo
<span;>e ofereceu um mesmo peito duro de armadura
<span;>e umas mesmas espáduas mais propícias à insônia e à tormenta do que ao repouso e à calmaria, embora dessa vez tenha lhe oferecido também um choro convulso e não um assovio de saciedade ou fastio.
<span;>Para que ela tivesse a certeza de que ele era ele,  mais uma vez partiu para o mesno lugar de sua natureza.
<span;>Para que ela se equivocasse, ela até vestiu o mesmo vestido da última noite,
<span;>para confirmar a certeza de que não, não era ele,
<span;>não,
<span;>ainda não.

22-10-2018

Marcos 8:36

resist.jpg

Para ouvir o podcast, clique aqui:
Marcos mp.mp3

 Ao final de tudo isso, 
alguém terá perdido
a paciência, o juízo,
o rumo
Alguém terá perdido a compostura,
as estribeiras,
o prumo
Alguém terá perdido amigos
Outro terá perdido a fé
em São Longuinho
Um terá perdido clientes,
o lenço e o documento,
a coragem de ser quem se é
Ao final de tudo isso,
alguém terá perdido o bonde da história,
o fio da meada,
terá perdido dinheiro,
a carteira,
mais perdido do que cego em tiroteio
Alguém terá perdido a vida, a voz, os óculos
Aquele, a glória póstuma,
Esse, a memória 
Ao final de tudo isso,
alguém terá perdido
a confiança,
o ônibus,
a missa de domingo
Outro, o rebolado
Mais perdido do que cachorro
em caminhão de mudança
Um terá perdido os dentes,
os cabelos da cabeça,
a vergonha na cara,
o sono,
o dia de pagar as contas,
a data da prova,
a admiração pelo time preferido,
o desejo de amar
Alguém terá perdido a visão,
a chance,
as chaves, as horas,
o encontro
Esse, a voz, o ânimo, o respeito
Um que estava alheio a tudo isso,
ao acordar dirá:
mas o que é que eu perdi mesmo?
Este perdeu a chance de ficar calado,
Aquele, a de falar
Mas alguém terá ganhado a eleição
e para quem ganha hoje
é isso  o que importa,
ainda que tenha se perdido na escuridão
E existem aqueles que embora percam
nunca perderão.